Graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (1998).

Mestre em Teoria e Projeto de Arquitetura pelo Programa de Pós-Graduação em Arquitetura - PROARQ/UFRJ (2004) - área de concentração: qualidade, ambiente e paisagem – linha de pesquisa: cultura, paisagem e ambiente construído. A pesquisa no âmbito do mestrado foi totalmente desenvolvida dentro da favela da Rocinha, com aplicação de métodos etnográficos, dando visibilidade à percepção que parcela das crianças da favela faziam do seu lugar de pertencimento, dentro do contexto da cidade e de si próprias.

Doutora em Urbanismo pelo Programa de Pós-Graduação em Urbanismo - PROURB/UFRJ (2015), com intercâmbio de estágio doutoral no Instituto de Urbanismo da Université de Montréal (2011) - área de concentração: assentamentos populares e habitação – linha de pesquisa: a moradia popular e a metrópole no contexto atual. A pesquisa de doutorado apresentou um método de análise dos territórios a partir das emoções, expressas pelas narrativas de jovens da favela da Carobinha. 

Participou como pesquisadora de IC da pesquisa “Direito e Urbanismo”, sob a liderança de Rosângela Lunardelli Cavallazzi, do Diretório de Grupos de pesquisa do CNPq, e como voluntária da pesquisa "Formas de habitar a cidade: a ação dos pobres pela moradia", coordenada pela professora Luciana da Silva Andrade.

Atualmente é professora adjunta do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da ESDI, campus Petrópolis, coordenando o Laboratório de Prospectivas Ambientais [LaPA].

Este laboratório constrói métodos e análises urbanas insurgentes, aquele que considera a diversidade cultural. O objetivo é articular o pensamento crítico sobre urbanismo às construções de cenários prospectivos como uma técnica de análise e avaliação urbana, contribuindo nos processos de planejamento. O método de cenários não exclui a complexidade do tema, mas sim, aponta possibilidades projetuais, impulsionando distintas estratégias que reconstroem identidades em ambientes igualitários. Dentro desse âmbito, o projeto de extensão, “Prospectivas Urbanas: Crescer e Transformar Cidades, da Petrópolis que temos à Petrópolis que queremos”, conjuga diversos saberes nas apreensões e sínteses dos cenários que parcela da juventude deseja para as cidades.

Relações com a Esdi

  • Professor(a): Graduação Arquitetura e Urbanismo 2019 >