Sinal 591

Outros

COVID-19: Modelo de Protetor Facial é Desenvolvido na ESDI

A partir de uma solicitação do HUPE e da Policlínica Piquet Carneiro, os professores do Departamento de Projeto de Produto da Escola Superior de Desenho Industrial iniciaram o estudo de um protetor facial possível de confecção no Laboratório de Modelagem da escola. 

Foram realizados modelos experimentais, até se chegar a um produto de fácil fabricação e montagem, produzido em duas partes (visor e cinta-chaneira) utilizando o sistema de corte a laser de laminas plásticas de PETg – Poli(tereftalato de etileno-glicol).

O PETg foi considerado o melhor material para fabricação das peças por apresentar boa flexibilidade e transparência. 

Além de ser atóxico, oferece leveza ao produto e baixo custo. Tanto o material especificado quanto o desenho gerado permitem fácil esterilização e desinfecção para o reuso. 

A fabricação de cada unidade pode ser muito rápida. Nas máquinas de corte a laser da Esdi, cada peça ficou pronta em 40 segundos. Evitou-se a impressão 3D não apenas pelo tempo de operação da máquina como pela porosidade do material decorrente do processo de deposição.

A cinta-charneira de fixação do protetor possui gradações e permite a acomodação a uma variedade de usuários. Todo dimensionamento do produto foi pensado levando-se em consideração o uso com máscara N95, óculos de proteção e touca.

O modelo especificado foi submetido à apreciação do HUPE e aprovado por profissionais de saúde, pois atende aos requisitos técnicos.

O Rio de Janeiro possui várias empresas com essa tecnologia e que poderiam produzir o produto em larga escala, a partir de arquivo digital e especificações solicitadas à ESDI.