--gray-1
--gray-2
--gray-3
--gray-4
--gray-5
--red-1
--red-2
--red-3
--red-4
--red-5
--yellow-1
--yellow-2
--yellow-3
--yellow-4
--yellow-5
--green-1
--green-2
--green-3
--green-4
--green-5
--blue-1
--blue-2
--blue-3
--blue-4
--blue-5
--purple-1
--purple-2
--purple-3
--purple-4
--purple-5

Projetos

442 itens encontrados
a-z crono
PPDESDI Mestrado

Do álbum ao Instagram: a instantaneidade da imagem fotográfica no design de interface contemporâneo

A vida está cada vez mais acelerada. Fruto da vitória da matriz de pensamento do controle, através da qual o homem lidou contra incertezas, o tempo ocidental linear, progressivo e abstrato ganha velocidade à medida que o desenvolvimento econômico se fortalece. Esta condição temporal se reflete nas relações sociais. Passamos a lidar com o fluxo cada vez mais rápido, quebrando tradições, misturando referências, tornando fluida a fotografia, originalmente tão relevante para nossa memória do passado, e a inserindo nas redes sociais como relatos mais próximos do presente. O design, articulador e intérprete de tais mudanças, apresenta soluções frente aos desafios colocados pela fotografia. Buscamos, neste estudo dos projetos dos artefatos fotográficos, observar e identificar como o design responde aos desafios da condição temporal contemporânea. Para isso, analisamos o Instagram, aplicativo desenvolvido para celulares e outros aparelhos de comunicação, caracterizando-o como representante paradigmático dos projetos de design de interface contemporâneo no que se refere à vivência do tempo e à formação de memórias.

26 set 2016
Bruno Dantas Cachinho
PPDESDI Mestrado

Formação e Perfil dos Coordenadores de Curso de Ensino Superior em Design

Nos últimos 20 anos, houve um aumento do número de universidades no País e, consequentemente, um aumento da concorrência, tornando a gestão de uma instituição tarefa mais complexa do que o habitual. Atualmente, o pensamento empreendedor e a capacidade de colocá-lo em prática e gerir os setores de uma empresa representa um importante diferencial competitivo, mas também um desafio. As Instituições de Ensino (IES) estão mudando a sua linha de ação sobre o mercado em que estão insertas e se posicionando dentro do modelo de negócios de prestação de serviços. A constante atualização do campo gera novos hábitos, tradições e comportamentos. O objetivo desta pesquisa é o de investigar em que medida a formação do coordenador do curso de Design pode contribuir para a melhoria do desempenho desse curso. Na maioria dos casos, as instituições de ensino no Brasil lança o professor com titulação ou com grande experiência na área acadêmica ou pesquisa a função de gestor de cursos. Essa é a tradição das instituições em relação aos líderes que irão coordenar os cursos. Esse docente encontra dificuldade no gerenciamento efetivo dos cursos, devido ao desconhecimento de certas técnicas de gestão que o auxiliariam no melhor desempenho da IES. A gestão traz algumas possibilidades para a instituição, entre elas, o fato de permitir reconhecer ameaças e oportunidades, transformando informações em conhecimento com valor agregado aos processos. Neste estudo, o campo a ser investigado é o de coordenador de curso de graduação em Design para, possivelmente, aplicarmos parâmetros e modelos de Gestão adequados à melhoria incremental destes cursos.

23 set 2016
Fernanda Rebelo Guimarães Cereja
PPDESDI Mestrado

Avaliação da usabilidade de ícones de aplicativos de dispositivos móveis utilizados como apoio educacional para crianças na idade pré-escolar

Ícones utilizados em aplicativos de jogos educativos infantis para dispositivos móveis apresentam problemas de usabilidade que induzem as crianças a erros e levam à desmotivação, como por exemplo o abandono da tarefa. Esta pesquisa, estruturada em seis capítulos, apresenta os resultados de um estudo dos ícones utilizados na interface de aplicativos de jogos educativos para crianças na idade pré-escolar, seu reconhecimento e consequente eficácia no auxílio da educação. O objetivo desta pesquisa é contribuir para o desenvolvimento de ícones que representem as atividades infantis em ambiente virtual. No primeiro capítulo são abordados os conceitos de ergonomia informacional e usabilidade, os critérios ergonômicos e conceitos semióticos para a compreensão da interação homem-computador e nos aspectos relacionados ao reconhecimento e significação dos ícones. No segundo capítulo, são elencados os pontos importantes para o entendimento da educação e sua relação com a tecnologia. Autores como Jakob Nielsen, Anamaria de Moraes, José Guilherme Santa Rosa, Eliana Formiga, Viviane Mosé, Jean Piaget, Lev Vygotsky e Lúcia Santaella foram abordados nestes capítulos. No terceiro capítulo, o jogo é levantado como ferramenta facilitadora na educação da criança na idade pré-escolar e são apresentados os aspectos relevantes dos jogos eletrônicos como auxiliador no processo de ensino-aprendizagem. O quarto capítulo é destinado a apresentar as técnicas escolhidas para o desenvolvimento desta pesquisa, como avaliação cooperativa e entrevistas estruturadas. Essas técnicas permitem a análise da usabilidade e reconhecimento dos ícones dos aplicativos utilizados como suporte à educação e a avaliação dos problemas relacionados ao design de interface destes aplicativos. Nestes capítulos, os principais autores abordados foram Jennifer Preece, Yvonne Rogers, Helen Sharp, Ben Shneiderman, Christian Bastien e Dominique Scapin. Os dois últimos capítulos são destinados a apresentar os resultados desta pesquisa e a conclusão, com a apresentação de parâmetros para atividade projetual de ícones para aplicativos educacionais para crianças.

12 jul 2016
Fernanda Mendes de Vuono Santos
PPDESDI Mestrado

Estratégias de design para o setor público: evolução e perspectivas no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

O ponto central dessa dissertação é a discussão de estratégias de design no setor público. O seu principal objeto de estudo é o Centro de Documentação e Disseminação de Informações (CDDI) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), escolhido por ter uma equipe grande de designers gráficos e webdesigners. Os principais objetivos desse estudo são: entender a gestão de design no setor público e como esta afeta as políticas de design nas organizações; diagnosticar e avaliar o uso do design no IBGE; revelar focos de inovação na instituição através do design e traçar perspectivas para o futuro do design na instituição. Essas questões foram minuciosamente analisadas e os resultados apresentados com o auxílio de tabelas e ilustrações. A pesquisa foi desenvolvida inicialmente por meio de revisão da literatura, e foi ainda mais detalhada ao longo de uma série de entrevistas com a equipe do IBGE e a partir da análise de documentos, assim como métodos utilizados em estudos de caso. A relevância dessa área de estudo ficou clara ao longo dessa pesquisa, especialmente ao se perceber que os campos de design e processos, tais como Design de Serviços e Design Thinking, tornaram-se ferramentas essenciais para a implementação de políticas de inovação no setor público, para a melhoria dos serviços públicos e também para aprimorar o contato entre o Governo e os cidadãos.

27 jun 2016
Helga Szpiz
Design

Festa dos Calouros 2016

Kyle Tah Theh Kuo
PPDESDI Mestrado

Antes do biquíni: evolução do traje de banho feminina no Rio de Janeiro sob a perspectiva do design (1808-1946)

 Este trabalho trata da evolução da roupa de banho feminina na cidade do Rio de Janeiro sob a perspectiva do design, com ênfase em aspectos da cultura e da tecnologia têxtil das fibras elastoméricas, considerando suas implicações para o desenvolvimento destas peças de vestuário. Para isso, foram utilizadas técnicas de revisão bibliográfica, análise de fotografias e, principalmente, de periódicos de época, em sua maioria, disponíveis na hemeroteca digital do site da Biblioteca Nacional. O Brasil é o maior mercado consumidor de moda praia do mundo e sua demanda interna é quase totalmente atendida pela industrial nacional. A opção por abordar o traje de banho feminino se baseia na representatividade deste público no conjunto do mercado consumidor. O período de tempo analisado inicia em 1808, ano em que a família real portuguesa se instala no Rio de Janeiro, impulsionando a difusão da moda e da prática do banho de mar terapêutico na cidade, e se encerra em 1946, ano em que o biquíni é lançado na França. A circunscrição ao território do Rio de Janeiro se apoia em dois fatores: a relevância política, econômica e cultural da cidade para o país e sua identidade cultural, marcadamente cosmopolita e praiana, simbolizada pela Zona Sul carioca. As mudanças observadas resultam de aspectos culturais e relativos à evolução da tecnologia têxtil, em espacial daqueles que influenciaram a redução das roupas de banho e o aumento de sua elasticidade e aderência ao corpo. Este estudo contribui para preencher uma lacuna em pesquisas sobre as características de um mercado tão significativo no Brasil.

29 mar 2016
Giselle Barreto Martins
PPDESDI Mestrado

Recursos digitais para o ensino: análise de critérios de avaliação e projeto de um aplicativo sobre o Aedes aegypti

Em 2013, avaliadores do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) relataram que muitos recursos digitais complementares aos livros didáticos de Ciências foram reprovados por não cumprirem os critérios do edital do programa. Com o auxílio de exemplos reais, são analisados três destes critérios e é apresentada uma lista de recomendações para o desenvolvimento de recursos digitais para o ensino. Esta lista inclui sugestões como a de: promover a aprendizagem significativa, a experimentação e a participação ativa dos estudantes no processo de aprendizagem; fornecer guias de orientação didática para os professores; tornar o funcionamento da interface intuitivo, evitando numerosas instruções de uso; fornecer feedback da interação e levar em consideração as principais etapas da investigação científica no caso de objetos para ensino de Ciências. Com base nestas recomendações, projetou-se um aplicativo para computador/ web e dispositivos móveis direcionado a estudantes de Ensino Fundamental do 6º ao 8º ano. A partir do aplicativo, os estudantes aprenderiam a mitigar riscos relacionados ao mosquito Aedes aegypti, alterando fatores ambientais relevantes para o desenvolvimento das larvas desta espécie. Vale notar que as medidas mais eficazes de controle ao A. aegypti são direcionadas à fase larval dos mosquitos. A relevância do tema evidencia-se pela ocorrência de mais de 1.5 milhão de casos de dengue registrados no Brasil em 2015 e pela recente epidemia de zika.

29 mar 2016
Alice Garcia Gomes
PPDESDI Mestrado

A percepção sensorial, o uso de ferramentas e a técnica: bases para uma metodologia auxiliar ao design de instrumentos manuais

Os seres humanos estabelecem através das mãos um variado conjunto de interações com o mundo, explorando não apenas os seus atributos físicos, concretos, materiais, mas também subjetivos. Tudo isso é de interesse direto para o projeto de produto, podendo ser aplicado às mais diversas áreas de sua atuação, como utensílios domésticos, profissionais, artísticos, desportivos, etc. Todavia, a literatura sobre este assunto dedicada ao design ainda carece de definição de termos, de aprofundamento teórico e de uma metodologia aplicável ao projeto de produtos. Sendo assim, este trabalho visa enriquecer o campo do design por meio de uma investigação sobre a percepção através das mãos, analisando como este conhecimento pode ser aplicado ao projeto e à avaliação de instrumentos operados pelas mãos, como os utensílios de cozinha, os instrumentos cirúrgicos e as ferramentas mecânicas, dentre outros. Para tanto, buscou-se um melhor entendimento sobre o modo como o usuário se apropria de um instrumento manual para realizar determinada tarefa. Acredita-se que tal entendimento seja útil ao designer, auxiliando na definição de diretrizes projetuais por meio das informações sensoriais que compõem a relação usuário-produto. Isto posto, é apresentada uma breve discussão sobre os vínculos sensoriais, cognitivos e emocionais da relação usuário-produto, explorando como base teórica o conceito de técnica, segundo Pierre Lévy. Discute-se o fazer humano e a evolução da técnica como influentes não apenas em nossa percepção dos objetos, mas também em como os concebemos e, através deles, nos aprimoramos. Autores são trazidos de diferentes campos do conhecimento para compor o referencial teórico, passando pelas questões da técnica, do fazer humano de ferramentas, das avaliações subjetivas de produto e da inteligência corporal intrínseca às mãos. O referencial teórico fundamenta uma proposta metodológica desenvolvida com o objetivo de auxiliar a análise de instrumentos manuais à luz de diferentes dimensões de análise. Com o intuito de aprimorar a proposta metodológica, é descrito o experimento realizado com alunos voluntários da Escola Superior de Desenho Industrial (ESDI/UERJ). É apresentado o desenho do experimento, os seus parâmetros de avaliação e resultados, esboçando-se as considerações para a sua replicação pelo designer como subsídio ao projeto de instrumentos manuais. Além da proposta metodológica em si, discute-se a importância fundamental do contexto de aplicação do instrumento, da natureza da tarefa com ele realizada e das diversas dimensões de análise envolvidas na percepção humana.

22 mar 2016
Luciana Keller Ponce Da Motta
Graduação Design

[Estigma]: atributos físicos e comportamentais em comunidades homoafetivas

O objetivo desde projeto é observar e discutir formas contemporâneas de estigmatização ligadas a padrões corporais, comportamentais e sexuais, com base nos estudos teóricos de Erving Goffman. O foco deste trabalho são os indivíduos homoafetivos que se encontram fora dos padrões estéticos e comportamentais disseminados na comunidade homoafetiva carioca, padrões presentes em toda a sociedade. Tais observações e discussões resultaram em uma aplicativo/jogo digital que parte das percepções e narrativas do público estudado, e as reverbera em novos espaços.

2016
Gabriel da Silva Cardoso
PPDESDI Mestrado

A Materialidade da Escrita na Poesia Concreta: Usos da Tipografia na Produção da Poesia Concreta da Década de 1950

Este trabalho pretende analisar os usos da tipografia na produção da poesia concreta na segunda metade da década de 1950. As escolhas realizadas pelos poetas concretos ao longo dos anos 1950 são abordadas tanto no que se refere às relações estabelecidas no próprio meio literário, como na aproximação com artistas ligados à música de vanguarda e à arte concreta. As apropriações de elementos decorrentes desses contatos implicaram em uma aproximação com o design modernista, que forneceu elementos fundamentais às práticas e representações dos poetas no período pesquisado.

18 dez 2015
William Garcia dos Santos
PPDESDI Mestrado

Tudo isso é inovação: mediação e criatividade no encontro entre o designer e as artesãs

O objetivo deste trabalho trata-se de explorar o papel do designer quando em relação à contextos de produção artesanal, partindo de pesquisa etnográfica realizada em uma oficina de design, conduzida por Lars Diederichsen, para as artesãs da Cooperativa Lã Pura. Inserida no programa Talentos do Brasil, do Ministério do Desenvolvimento Agrário, a oficina de design tem como propósito a geração de novos produtos para a cooperativa e configura-se como a visita de um designer ao grupo. As bases teóricas para a análise das relações entre o designer e artesãs estão amparadas no conceito de mediação (Velho, 2001; 2003). Ao relacionarem-se esses sujeitos negociam seus projetos, transitam entre diversos domínios e reconstroem as suas realidades e a si mesmos, criando e recriando as suas identidades como mulheres artesãs e como designer, contribuindo para a conceituação do que significa ser mulher artesã e ser designer . Ao mesmo tempo, a ideia de criatividade permeia todo o processo da oficina de design, tendo sido problematizada a partir de Ingold e Hallam (2007) que sugerem os conceitos de inovação e improvisação.

18 dez 2015
Elisa Kuschnir
PPDESDI Mestrado

Padrões de projeto para o design de revistas digitais para tablet

A presente pesquisa tem como objetivo propor padrões de projeto para o design de revistas digitais para tablet. É apresentado um conjunto de 20 padrões relacionados sobretudo a questões de interatividade e navegação referentes à configuração da página e à diagramação do conteúdo, visando aproximar questões de projeto editorial e de projeto de interface. Para a elaboração dos padrões, foi descrito o método de padrões de projeto: o que são eles, os procedimentos para a elaboração e as questões que envolvem o uso específico para a interação de revistas digitais para tablet. Com base em pesquisas sobre revistas digitais, foram identificados os principais elementos de design de interação para analisar, em um conjunto de revistas digitais para tablet, a forma como estão presentes e seus propósitos editoriais. Eis uma primeira proposta sujeita à validação junto a projetos de revistas digitais, com potencial para desenvolvimento e ampliação para outros produtos editoriais.

15 dez 2015
Pedro Biz Eschiletti
PPDESDI Mestrado

Design e Marketing: uma de Relação de Sinergia para a Sustentabilidade

Esta dissertação aborda os princípios do Design, os fundamentos do Marketing e as condições que ambas as atividades podem, em parceria, gerar ambientes criativos para a Sustentabilidade. Acredita-se que tanto Design quanto Marketing são campos de saber parceiros, complementares e transversais, tendo deste modo um natural potencial de sinergia para a construção de projetos consistentes e duráveis. A insistência nesta ideia se deve, em parte, à vivência profissional nesses setores de gestão de projeto, e também ao desenvolvimento de exames, através da pesquisa bibliográfica, sobre os sentidos de termos, conceitos e objetivos para a organização de dados, a análise e alinhamento conceitual e a verificação de tangências entre esses campos. Este trabalho objetiva contribuir para a interação e a integração de saberes, em cursos de nível superior, também com a sugestão de ferramenta criativo-analítica e criativo-gerativa para o desenvolvimento de soluções mais sustentáveis. A crescente necessidade de atuações adequadas e eficazes dos campos estudados nos setores produtivos, a necessidade de profissionais capazes de se adequarem estas demandas, e a oferta deficitária de pesquisas com esta abordagem reforçam a crença na utilidade desta investigação. Os saberes em foco têm em comum relações multidisciplinares, sistêmicas e interdependentes.

26 nov 2015
Jocely Sete Câmara
PPDESDI Mestrado

Stardesigners: a autoria no trabalho de Charles Eames, Milton Glaser e Stefan Sagmeister

Partindo da premissa de que designers podem ser reconhecidos como autores, este trabalho tem como objetivo investigar como se dá a atribuição do status de celebridade aos profissionais que extrapolam a dimensão prática de sua atuação. A problematização das relações entre design e autoria é feita a partir do estudo de caso múltiplo com os designers: Charles Eames, Milton Glaser e Stefan Sagmeister buscando entender os pontos de contato e de afastamento entre cada um deles. Nesta pesquisa a figura do designer-autor é analisada sob três aspectos indissociáveis: reconhecimento social, estilo e expertise.

25 set 2015
Camila Souza Rodrigues
PPDESDI Mestrado

Métodos e Técnicas de Design Centrado no Usuário: Um Levantamento a Partir da Usabilidade de Produtos do CTIC/Fiocruz

A relação causal entre métodos de projeto e a usabilidade de produtos de comunicação e informação foi o tema desse estudo que buscou identificar o estado da arte sobre um processo de projeto que resulte em mais usabilidade na web. A partir dessa identificação, avaliou-se as melhorias que poderiam ser adotadas nos processos de desenvolvimento de interfaces utilizados por uma equipe específica da Fundação Oswaldo Cruz (CTIC - Fiocruz). Entendeu-se que um método de projeto deve estar atualizado em relação aos conhecimentos de áreas como a Ergonomia, a Interação Humano-computador e o Design de Interação. Para isso, adotou-se a hipótese de que o processo de projeto deve combinar três aspectos: a) um significativo envolvimento do usuário ao longo do processo; b) o uso de sucessivas iterações para configurar o produto e c) uma combinação mínima de técnicas relacionadas a objetivos específicos de cada fase de uma abordagem de Design Centrado no Usuário. Para contribuir com o desenvolvimento de métodos e técnicas que melhorem a usabilidade, descreveu-se as características dos métodos registrados na literatura e praticados por profissionais externos à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A partir dessas informações, o estudo direcionou-se para o segundo objetivo específico: identificar melhorias nos métodos e técnicas aplicáveis no caso do CTIC — Fiocruz. Através da combinação da revisão de literatura e da pesquisa de campo foram produzidas informações sobre tipos de fluxo dos métodos, tipos de envolvimento dos usuários, quantidade e gravidade de problemas de usabilidade observadas pelos profissionais e a validade de base geral de método para diferentes produtos. A primeira rodada de entrevista foi realizada para melhor entender o contexto da hipótese e a relação entre suas variáveis. A segunda rodada identificou as características do processo de projeto utilizado no CTIC. A partir dessas informações, aplicou-se duas técnicas com profissionais externos. Um questionário on-line foi utilizado para levantar informações bem específicas, em sua maioria de características quantitativas. A última técnica aplicada foi um card sorting on-line que apresentou um caso de projeto em que os profissionais indicaram quais técnicas seriam utilizadas diante de dois cenários diferentes: um mais favorável e outro restritivo. A análise demonstrou que a maioria dos profissionais acredita que os problemas de usabilidade são consequência da falta de determinadas abordagens e técnicas. Por isso, esses profissionais combinam fluxos iterativos com um significativo envolvimento do usuário no processo. Foram sugeridas melhorias para o método utilizado no CTIC sintetizadas através de um processo de Design Centrado no Usuário como ponto de partida que aplica o conceito tradicional de usabilidade (performance). Assim que possível, esse processo deve ser aperfeiçoado ao incluir o conceito de experiência do usuário que considera também os aspectos emocionais e hedonômicos na interação.

12 ago 2015
Aldo Lucio Pontes Moura
PPDESDI Mestrado

A significação da experiência de uso em um Ambiente Virtual de Aprendizagem: estudo de caso sobre a plataforma Moodle no CEDERJ

Essa pesquisa é um estudo de caso sobre a interação do aluno com a interface da plataforma Moodle. Para tal, foram utilizadas técnicas consolidadas de avaliação da usabilidade de interfaces digitais. Assim, com respaldo na Semiótica do americano Charles Sanders Peirce, verificou-se e discutiu-se questões subjetivas dos processos comunicativos envolvidos nos problemas interacionais identificados. Uma vez analisado o impacto desses problemas, desenhou-se um quadro geral, denominado “experiência do usuário”, no qual as interfaces avaliadas são arenas das frustrações e ações que esta proposta de inspeção foi capaz de descrever. A partir desse quadro, foram fundadas as bases para compreensão do modelo mental do usuário para propor soluções. Essas soluções são baseadas, principalmente, em prescrições de usabilidade de Jakob Nielsen, Donald Norman e Steve Krug Nesse cenário, é demonstrado como o design contribui para a elaboração de uma interface que convida à ação e reflexão, de forma a proporcionar um ambiente de interação satisfatório e consonante com as novas tendências educacionais e da cibercultura. Deste modo, também.

29 mai 2015
Magno Felipe Dal Magro
PPDESDI Mestrado

Os sistemas de recompensa nas interfaces contemporâneas de comunicação

Na atualidade observa-se vastos estudos sobre os processos na área do Design acerca de como projetar experiências e prototipar interações entre pessoas e sistemas, e mesmo entre pessoas por intermédio de sistemas. Enquanto todo tipo de produto produz uma experiência de uso, com a evolução da interatividade as relações estabelecidas entre os usuários e os produtos tornaram-se mais complexas e modificaram-se ao longo dos anos. A abordagem teórica destinada a tratar essas questões também expandiu e diversificou-se simultaneamente. A partir de um estudo sobre os processos interativos e o campo teórico relacionado, foi possível identificar um fenômeno relativamente recente em interfaces nas quais pode ser verificado um alto nível de interação, a saber: os sistemas de recompensa. Cabe salientar que este termo foi emprestado da Neurociência, aonde é utilizado para descrever o circuito responsável pelo gerenciamento do comportamento através da indução de prazer e dor. Portanto, o autor desta dissertação propõe uma acepção do termo no âmbito do design de componentes interativos para designar o artifício, que muitas interfaces atuais incorporaram, de conceder aos usuários a possibilidade de apreciarem, ou não, determinado conteúdo em rede. Assim, pode-se compreender que o emprego do termo aqui é metafórico. Neste processo os usuários podem fornecer outros tipos de feedback ao sistema, como por exemplo um comentário, ou compartilhamento, estimulando assim uma série de desdobramentos interativos e repercussões para a experiência de uso do produto. Este trabalho propõe uma investigação qualitativa sobre as interações concernentes aos sistemas de recompensa, abordando tanto questões objetivas funcionais dos sistemas, quanto questões referentes ao feedback dos usuários. O Facebook será amplamente analisado, por ter sido uma interface pioneira na manipulação dos sistemas de recompensa, na qual estes componentes alcançaram um alto nível de desenvolvimento até este momento. A justificativa para esta pesquisa se deve a dois fatores particularmente relevantes: primeiro, a ausência de conteúdo significativo na literatura relacionada atual. Em segundo lugar, a notável expansão dos sistemas criados com esta finalidade, conforme será demonstrado no estudo. O objetivo deste projeto é compreender de que forma o design dos sistemas de recompensa influenciam o fluxo de interações e o comportamento dos usuários atualmente. Para tanto, esta pesquisa procura verificar como determinados aspectos teóricos do design - dedicados à compreensão da dinâmica de processos interativos - se aplicam a experiências reais de interação no mundo contemporâneo. Por exemplo, diversos modelos e frameworks nas áreas de HCI (Interação Humano-Computador), UX (experiência do usuário), e design de experiências destacam conceitos condizentes com aspectos identificados nos sistemas de recompensa que por sua vez encontram-se em processo de desenvolvimento, guiados por tendências comerciais de uma forma quase que intuitiva, no sentido de que pouca atenção tem sido dada na literatura sobre as bases neuronais que fazem este processo funcionar. Desta forma, pretende-se fornecer subsídios para uma melhor compreensão do impacto que os sistemas de recompensa analisados nesta dissertação desempenham sobre a experiência de uso entre consumidores e produtos delineados dentro deste paradigma.

06 mai 2015
Diogo Lean Veiga
PPDESDI Mestrado

Catálogos de cinema: o discurso gráfico nas mostras de cinema do CCBB-RJ

Na atualidade observa-se vastos estudos sobre os processos na área do Design acerca de como projetar experiências e prototipar interações entre pessoas e sistemas, e mesmo entre pessoas por intermédio de sistemas. Enquanto todo tipo de produto produz uma experiência de uso, com a evolução da interatividade as relações estabelecidas entre os usuários e os produtos tornaram-se mais complexas e modificaram-se ao longo dos anos. A abordagem teórica destinada a tratar essas questões também expandiu e diversificou-se simultaneamente. A partir de um estudo sobre os processos interativos e o campo teórico relacionado, foi possível identificar um fenômeno relativamente recente em interfaces nas quais pode ser verificado um alto nível de interação, a saber: os sistemas de recompensa. Cabe salientar que este termo foi emprestado da Neurociência, aonde é utilizado para descrever o circuito responsável pelo gerenciamento do comportamento através da indução de prazer e dor. Portanto, o autor desta dissertação propõe uma acepção do termo no âmbito do design de componentes interativos para designar o artifício, que muitas interfaces atuais incorporaram, de conceder aos usuários a possibilidade de apreciarem, ou não, determinado conteúdo em rede. Assim, pode-se compreender que o emprego do termo aqui é metafórico. Neste processo os usuários podem fornecer outros tipos de feedback ao sistema, como por exemplo um comentário, ou compartilhamento, estimulando assim uma série de desdobramentos interativos e repercussões para a experiência de uso do produto. Este trabalho propõe uma investigação qualitativa sobre as interações concernentes aos sistemas de recompensa, abordando tanto questões objetivas funcionais dos sistemas, quanto questões referentes ao feedback dos usuários. O Facebook será amplamente analisado, por ter sido uma interface pioneira na manipulação dos sistemas de recompensa, na qual estes componentes alcançaram um alto nível de desenvolvimento até este momento. A justificativa para esta pesquisa se deve a dois fatores particularmente relevantes: primeiro, a ausência de conteúdo significativo na literatura relacionada atual. Em segundo lugar, a notável expansão dos sistemas criados com esta finalidade, conforme será demonstrado no estudo. O objetivo deste projeto é compreender de que forma o design dos sistemas de recompensa influenciam o fluxo de interações e o comportamento dos usuários atualmente. Para tanto, esta pesquisa procura verificar como determinados aspectos teóricos do design - dedicados à compreensão da dinâmica de processos interativos - se aplicam a experiências reais de interação no mundo contemporâneo. Por exemplo, diversos modelos e frameworks nas áreas de HCI (Interação Humano-Computador), UX (experiência do usuário), e design de experiências destacam conceitos condizentes com aspectos identificados nos sistemas de recompensa que por sua vez encontram-se em processo de desenvolvimento, guiados por tendências comerciais de uma forma quase que intuitiva, no sentido de que pouca atenção tem sido dada na literatura sobre as bases neuronais que fazem este processo funcionar. Desta forma, pretende-se fornecer subsídios para uma melhor compreensão do impacto que os sistemas de recompensa analisados nesta dissertação desempenham sobre a experiência de uso entre consumidores e produtos delineados dentro deste paradigma.

06 mar 2015
Gianna Gobbo Larocca
PPDESDI Mestrado

Design Brief: Fundamentos Conceituais do Processo de Inovação por Design

Em projetos de inovação por design, a concepção detalhada e sistêmica do projeto amplia a probabilidade de êxito de modo a preservar e aumentar o retorno dos recursos investidos. Privilegia-se o desenvolvimento em etapas para ampliar a consciência do ecossistema e valores associados ao projeto. Deste modo, o processo é conduzido de modo mais adequado partindo do contexto e objetivos à sua especificação conceitual para execução. Um levantamento dos parâmetros, processos, atividades, formas de conexão e interação, ambiente, elementos do projeto e contexto semântico estruturam um percurso metodológico em módulos e ferramentas que refinam gradualmente a partir do objetivo inicialmente exposto ao projeto de inovação bem-sucedido.

05 mar 2015
Bruna Pontes di Gioia
Graduação Design

Interfaces eletrônicas em madeira: fundamento, sistema, técnica e potencial

Sob um cenário de recente revaloração de processos e materiais historicamente relacionados aos ofícios e artesanias, este documento relata etapas do projeto que tem por objetivo posicionar a madeira em um novo espectro de aplicações. Através de intervenções analógicas e digitais, modernas e tradicionais, foi conferida ao material a capacidade de reconhecer o toque e proximidade sem que houvesse alteração de seus atributos táteis e visuais originais.

2015
Raffael Machado Costa
Graduação Design

Estética afro-brasileira: linha de embalagens para cosméticos voltados para mulheres negras.

Nesse projeto, Luana Braun realiza uma profunda pesquisa histórica a respeito da relação do negro para com a sua Nesse projeto, Luana Braun realiza uma profunda pesquisa histórica a respeito da relação do negro para com a sua autoestima e o mercado da beleza, desde a abolição oficial da escravidão no Brasil até os dias atuais. Essa busca resulta no levantamento de problemáticas ainda vigentes e na exaltação dos avanços do movimento negro na sociedade e nessa indústria, concentrando-se na falta de representatividade da pele negra, com foco na mulher, no mercado cosmético. A partir dessa escassez, Luana projeta uma linha de embalagens de maquiagem que conversam com a mulher preta brasileira sem a propagação de estereótipos, como a associação dessas á uma cultura negra estrangeira, como é comum na indústria. Essas embalagens trazem, em seus desenhos e cores, uma inovação tanto social quanto estética de maneira muito eficiente e interessante. e o mercado da beleza, desde a abolição oficial da escravidão no Brasil até os dias atuais. Essa busca resulta no levantamento de problemáticas ainda vigentes e na exaltação dos avanços do movimento negro na sociedade e nessa indústria, concentrando-se na falta de representatividade da pele negra, com foco na mulher, no mercado cosmético. A partir dessa escassez, Luana projeta uma linha de embalagens de maquiagem que conversam com a mulher preta brasileira sem a propagação de estereótipos, como a associação dessas á uma cultura negra estrangeira, como é comum na indústria. Essas embalagens trazem, em seus desenhos e cores, uma inovação tanto social quanto estética de maneira muito eficiente e interessante.

2015
Luana de Oliveira Braun Pereira Lima
Graduação Design

Amanhã eu faço e outras mentiras: livro interativo para incubação voluntária

A ação de deixar para amanhã o que se pode fazer hoje é repetida incontáveis vezes durante a nossa vida, por incontáveis pessoas, sem distinção de cultura, língua, gênero ou idade. Nesse momento, alguém está procrastinando em algum lugar. É um hábito comum, criticado e combatido como se fosse um mal da atualidade. Mas o tempo para a preguiça nem sempre foi visto como um problema, muito pelo contrário: "era nele que se produziam as ideias filosóficas, artísticas e políticas.”¹. Nossa relação com o tempo, ao longo da história sofreu uma série de alterações para se adaptar a métodos de trabalhos vigentes, ou preceitos religiosos. Absorvemos e naturalizamos hábitos que, apesar da evolução tecnológica a favor do menor esforço, não conseguimos nos desfazer. Meu objetivo com esse projeto é mostrar que a procrastinação não precisa ser encarada como a inimiga da produtividade, e que o tempo ocioso é fundamental para a criatividade. Proporcionar uma reflexão sobre como cada um lida com o tempo ocioso e com o tempo do trabalho, a importância que se aprenda a tirar prazer do ócio, e que não fazer nada não significa a não produção de nada.

2015
Letícia Lucena Carvalho
Graduação Design

Sobrenós: desvendando a jornada do câncer de mama

Com este projeto buscou-se refletir sobre a relação do design com a área da saúde, e como uní-los para propor melhorias na qualidade de vida. Assim, o tema escolhido, câncer de mama, é tratado sob o ponto de vista do design.

A partir de uma abordagem guiada pela soma de perspectivas diversas (mulheres portadoras do câncer de mama, seus familiares, e os profissionais de saúde), foi possível mapear a jornada do câncer de mama e o seu impacto na vida cotidiana.

O estudo resultou em um livro, que tem como objetivo inspirar pessoas através de histórias reais, encorajar o enfrentamento da doença e proporcionar educação sobre câncer. Contribuindo assim, no processo de desmistificação da doença. Por fim, busca-se especialmente impactar positivamente na vida das pessoas e reafirmar a importância da multidisciplinaridade no campo da saúde.

2015
Bruna de Oliveira Lopes
Graduação Design

O processo criativo propriamente dito

O projeto consiste no desenvolvimento de um registro de texto e imagem sobre os experimentos e estudos realizados a cerca do processo criativo como experiência humana. Estruturado a partir de imagens e textos produzidos pelos participantes durante os experimentos, entrevistas realizadas, conteúdo teórico e estudos explicativos sobre o assunto. Objetiva uma reflexão sobre as individualidades e pluralidades ao pensar criativamente como ser (humano) consciente-sensível-cultural.

2015
Marina Almeida de Oliveira
1 2 3 4 5 6... 19